Natal sem Jesus?

Texto: Atos 10.36

O mundo anda cada vez mais longe de Deus. Até mesmo o Natal está perdendo seu real significado, sendo substituído por uma festa de bons pensamentos e reuniões familiares. Numa loja de artigos esotéricos em Ponta Grossa vi algo bizarro, uma estátua de bruxa em tamanho real, vestida de preto, com dois dentes, e verruga no nariz, com uma vassoura de cabo torto, uma caçarola, um fogareiro, uma abóbora do Halloween nas mãos, e, pasmem, um gorro de Papai Noel. Pensei comigo “ah! É assim que ele se parece quando faz a barba e não está vestido de vermelho…”

No mundo de hoje, se você conseguir algo que o faça sentir-se bem, e aponte para uma vitória na carreira ou nas suas finanças, então: “Feliz Natal!” Nem que para isso você use uma simpatia, uma mandinga, uma reza brava, ou uma bruxa!!! Está feito: dispensamos Jesus do Natal! Afinal, já são mais de 2000 anos de bons serviços prestados, agora ele simplesmente já não é mais necessário. Ou, se for difícil afastá-lo, podemos considerar Jesus como um bom homem que tentou de tudo para fazer as pessoas serem mais felizes, não conseguiu e foi morto injustamente, e por isso ele se tornou um ícone da paz mundial, homenageado no Natal.

As pessoas acham que o que elas precisam é de uma festa universal, harmônica, ecumênica e agregadora, e que isso trará paz ao mundo. Quando, na verdade, o que precisam é que Jesus nasça em seus corações como Rei e Senhor.

Atos 10.36:

Vocês conhecem a mensagem enviada por Deus ao povo de Israel, que fala das boas novas de paz por meio de Jesus Cristo, Senhor de todos.

Mensagem Enviada Por Deus

Jesus não não é apenas um homem. Ele é uma mensagem enviada por Deus. Todas as religiões do mundo, todas, têm o impossível alvo de fazer o ser humano alcançar a Deus. No Cristianismo, entretanto, é Deus quem alcança os homens.

Já nos primeiros registros arqueológicos da presença do homem na terra, percebe-se que ele buscava o divino. A busca por Deus é uma necessidade humana desde que ele foi expulso da presença do Criador por causa da desobediência de Adão e Eva. Mas essa busca sempre foi inútil porque é impossível o impuro se purificar sozinho, o profano se santificar sozinho, o finito compreender o infinito. Deus não é alcançável pelo homem, de maneira nenhuma.

Mas, se o homem não alcança a Deus, Deus alcança o homem. E como Deus faz isso? Através de uma mensagem viva chamada Jesus. Natal não é uma festa, é uma ponte que Deus construiu por meio de seu Filho Jesus. Por isso a mensagem do evangelho não é apenas uma manchete do dia, ela é “a boa nova” de que existe um modo de estarmos mais perto de Deus, de nos relacionarmos com o Criador.

Boas Novas de Paz

Paz é o que o homem tem buscado e Cristo traz a paz. A humanidade está tentando ofuscar Jesus com uma proposta de paz sem Deus. Isso é impossível. Estamos voltando à Idade da Pedra no que diz respeito à espiritualidade. Preferimos adorar as árvores, a Mãe Terra, Gaia, os poderes e as forças da natureza, e outras coisas mais, como faziam os indoutos das primeiras civilizações. Isso é animismo, que é a primeira forma de religião. No entanto, nós já aprendemos muito sobre esses conceitos para nos deixarmos levar novamente pelo engano e retrocedermos tanto assim. Seriam como se depois de termos o celular, voltássemos a nos comunicar por sinais de fumaça.

Paz sem Jesus é ausência de conflito. Paz por meio de Jesus é a verdadeira vida. O texto diz que o evangelho são “as boas novas de paz por meio de Jesus”.  Por meio dele, através dele, por causa dele. Jamais sem ele. Jesus não é o Prêmio Nobel da Paz do ano zero. Jesus é caminho, o motivo, a ponte para a paz.

Senhor de Todos

Qual é o problema das pessoas com Jesus, já que ele veio trazer aquilo que nós mais queremos? É que ele tem que ser, necessariamente, Senhor de todos. E a maioria de nós não aceita seu senhorio. Veja o que diz os versos 42 e 43:

Ele nos mandou pregar ao povo e testemunhar que este é aquele a quem Deus constituiu juiz de vivos e de mortos. Todos os profetas dão testemunho dele, de que todo aquele que nele crê recebe o perdão dos pecados mediante o seu nome.

Nós somos tão livres que não queremos nem saber de alguém que nos diga o que fazer. Mas, para recebermos a paz de Jesus, é necessário reconhecer que ele nos perdoou os pecados que cometemos por causa da nossa “liberdade”. Que isso de pecado é sério, e que é por causa disso que não temos mais paz. Precisamos reconhecer que se não assumirmos a nossa culpa e não aceitarmos o seu perdão, não teremos paz.

Essa exclusividade de Jesus assusta as pessoas. Mas, é simplesmente assim. Ninguém mais desceu dos céus com tanto amor, a fim de entregar a sua vida pelos pecadores. Jesus não morreu porque era um revolucionário, mas porque ele tinha planejado perdoar a nossa dívida com o Pai. Ele se ofereceu em nosso lugar e abriu o caminho da paz para todos os seres humanos que o reconhecerem como Senhor.

Isso é Natal. Sem Cristo, é impossível.

Que tal você repensar o seu conceito de Natal e permitir que Jesus seja Senhor de sua vida hoje mesmo? Passe pela ponte do Natal, por meio de Jesus, e receba a verdadeira paz de Deus em seu coração.O Bom Pastor

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s